O pensamento de Norberto Odebrecht não ficou registrado apenas no papel, mas nas ações daqueles que aplicam seus ensinamentos. Confira depoimentos de pessoas que tiveram suas vidas marcadas pelo exemplo desse líder.

Depoimentos de Integrantes do Grupo Odebrecht

Ainda em formação..., e no meu primeiro emprego, trabalhei diretamente, não sei se por sorte ou azar, com o dono de uma grande empresa aonde conheci uma cultura empresarial peculiar que pregava que “o empregado não é pago para pensar, mas sim para fazer o que o chefe manda”. Recém formado, primeiro emprego, forasteiro (mineiro na Bahia), achei que era assim o mundo empresarial.

Julio Perdigão, Diretor na Odebrecht Transport (OTP).

“Apesar dos muitos anos de empresa, nunca convivi diretamente com Norberto Odebrecht. O convívio se resumia a vê-lo diariamente pelos corredores e elevadores do edifício Odebrecht de Salvador. Sempre muito elegante, em seus ternos claros de linho. Sempre muito educado, dando bom dia a todos que encontrava em seu caminho.

Verena Sá, Gerente na área de Seguros de Pessoas na Horiens

“Dr. Norberto era apaixonado pelo trabalho e por formar as pessoas. No final da década de 90, eu tive o privilégio de interagir com ele quando eu era Jovem Parceiro (Trainee). Um dia ele me pediu o meu Programa de Ação (PA), pois ele queria analisar e comentar.

Americo Bartilotti, Diretor de Negócio - Embalagens e Bens de Consumo na Braskem.

"Conheci Dr. Norberto antes da minha chegada à Atvos. Durante os anos de 2004 a 2010 estive à frente da Assessoria de Marketing e Captação de Recursos das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) em Salvador, onde vivi o meu maior aprendizado em Responsabilidade Social e Empreendimento de Impacto.

Mônica Melo Alcântara, Líder de Sustentabilidade na Atvos.

“Tive a oportunidade de conviver com Dr. Norberto entre os anos de 2008 e 2010. Naquele momento, com 30 anos ainda incompletos, o tema principal dos nossos encontros era ampliação do Edifício Odebrecht Salvador. A obra ficou a cargo da CNO. Também estive junto a NO na proposição de ideias e provocações sobre o sistema viário e outras intervenções que ele sugeria visando a melhoria da cidade de Salvador.

Henrique Paixão, Gerente de Contratos na OEC.

"Liderança pelo exemplo! Sem dúvida para mim este é o maior legado que tenho de Norberto Odebrecht. Suas experiências tão bem traduzidas em seus livros, nos inúmeros depoimentos ao longo de sua carreira, em seu dia a dia. Seus pequenos grandes gestos de disciplina, de humildade, de educação pelo trabalho, de serviço ao próximo, tão bem exercidos em tradução à nossa TEO.

Soraia Santiago, Gerente de Riscos - Seguros de Pessoas na Horiens.

“Admirava a sua simplicidade no dia-a-dia, nos pequenos gestos. Quando alguém entrava no mesmo elevador que Dr. Norberto estava, por exemplo, ele perguntava o andar que a pessoa estava indo, para apertar o botão, e segurava gentilmente a porta quando chegasse a hora da pessoa sair.

Denise Plácido, Integrante da área de Sustentabilidade na Fundação Odebrecht.

“Eu já faço parte do Grupo Odebrecht há 20 anos. Ao longo desse período, pude comprovar a eficácia dos ensinamentos desse grande homem que foi Norberto Odebrecht e o legado de conhecimento que ele nos deixou.

Sérgio Brinckmann, Diretor Presidente da Vexty.

“Dr. Norberto foi um grande homem. Um ser humano admirável, uma pessoa gentil e muito humana, sempre disponível para todos, muito educado. Um grande empresário, um visionário, que realizou todos os seus sonhos, metas e projetos com muito trabalho e dedicação.

Gloria Lopes da Silva, Secretária do RAE Finanças e Investimentos da Ocyan.

“A oportunidade de estar com Dr. Norberto foi um privilégio. Ele foi sempre conhecido como grande empresário, educador, e também estava atento ao futuro. Em uma visita que ele fez na obra de Itapebi, em 2001, para acompanhar as apresentações dos PAs que nós estávamos discutindo da equipe de hidrelétricas, nós tivemos a oportunidade de fazer um “pinga-fogo” com ele e discutimos a importância das pessoas de conhecimento estarem atuando dentro da companhia e o que isso nos trazia como vantagem competitiva.

Carlos Hermanny Filho, Diretor de Engenharia, Sustentabilidade e Gestão do Conhecimento na OEC.

“Sinto-me muito honrado pela oportunidade de participar dessa homenagem justa e merecida a Norberto Odebrecht, pelo seu centenário.

Marcelo Cipriano, líder de Operações Industriais na Atvos.

“Foi marcante visitar os projetos sociais realizados pela Fundação Odebrecht no Baixo Sul (BA), em uma das vezes acompanhado do Dr. Norberto, e poder conversar com aqueles jovens e ver o grande impacto da formação em suas vidas e os reflexos em suas famílias e comunidades.

Claudemir Correa, Gerente de Contas - Embalagens Flexíveis na Braskem.

Outros depoimentos

“O maior dos desafios que o pioneiro e mestre Norberto Odebrecht me incumbiu foi atravessar as fronteiras e agir com o Espírito do Tempo – era como dizia: “Quem tem o espírito do tempo não olha para si, nem para trás: olha para a frente, ajuda a preparar as gerações futuras, trabalha em equipe para o bem da comunidade.” O apoio na fundação de escolas no Campo para os filhos dos Agricultores, reflete o compromisso de NO com a Educação, no espaço onde tinha um jeito criativo de estar e onde exercia genuinamente sua grande habilidade de ser Líder Educador. Quanto mais diálogo com as lições aprendidas com ele, acordo aquelas mais sutis que vivenciei ao seu lado na Arte de Educar, observando e sentindo, a fim de perceber além do escrito e do dito, nas entrelinhas, no detalhe, na sutileza. Olhar para além do visto, ampliando os horizontes sem perdermos a consciência do presente. Foi assim que ele nos ensinou a Pedagogia da Presença e, em mim, marcou a importância de dedicar tempo, presença, experiência e exemplo aos Educadores, aos Jovens e às suas famílias a partir das Casas Familiares Rurais do Baixo Sul da Bahia. Agir com o propósito de possibilitar que outros aprendam e, na colaboração, aprendermos juntos. Eis aprendizados vividos que permanecem vivos”.

 

Joana Almeida, Coordenadora Regional/Bahia do Programa de Escolas Associadas da Unesco e consultora pedagógica das Casas Familiares, instituições parceiras da Fundação Odebrecht na realização do Programa Social PDCIS.

“Iniciei minhas atividades profissionais como mensageiro na Organização Odebrecht na BR 324, Km 0, em 1969, como aprendiz do meu eterno Mestre Dr. Norberto Odebrecht.

Abracei os aprendizados e ensinamentos profissionais além disso o Mestre me ajudou no atendimento das minhas perguntas para a conclusão do TCC da Pós-Graduação em Gestão de Pessoas, onde sigilosamente lhe surpreendi com uma singela homenagem em vida lhe entregando a Monografia no dia 26 de março de 2012. Ao longo da minha trajetória recebi a cooperação do Dr. Norberto quando assumi a Superintendência da OCEB, que tive o desafio de revitalizar o Sistema Cooperativo da Bahia. Legados do Mestre Norberto Odebrecht: “Atitudes e Comportamentos Típicos: Espírito de servir, espírito de equipe, simplicidade, humildade, agilidade e flexibilidade na prestação de serviços, visando à satisfação do Cliente. (...) Dr. Norberto Odebrecht também tinha uma preocupação com os jovens: “a tarefa mais nobre do líder, à qual ele deve empenhar-se com maior satisfação é desenvolver-nos jovens de talento – o gosto pela liberdade disciplinada, com responsabilidade, bem como a vontade de fazer acontecer e de impor sua marca sobre os acontecimentos”. Eu, Alderico Sena, aprendiz do Mestre Dr. Norberto Odebrecht, parabenizo pelos seus 100 anos (Centenário) de relevantes serviços prestados à Bahia, ao Brasil e ao Mundo!

 

 

Alderico Sena, consultor com passagem por instituições como a Universidade Federal da Bahia - UFBA e a Organização das Cooperativas do Estado da Bahia – OCEB.

"Ele foi um protagonista decisivo, entendia que a agricultura precisava de vontade política, otimizada pela ação empresarial. Era a visão de um grande empresário que colocava a agricultura em uma concepção moderna, que buscava uma nova gestão para que ela pudesse ser acompanhada e vista como negócio. Da nossa relação, posso dizer que a grande lição que ficou é que devemos estar sempre prontos para fazer reflexões e aperfeiçoar diariamente o nosso processo decisório, pois isso é que faz o homem ser capaz de conviver com os seus negócios e com o seu ambiente, especialmente no bom uso dos recursos naturais”.

 

Joaquim Cardoso, Diretor Executivo da Organização de Conservação da Terra (OCT), trabalhou por muitos anos como Assessor Especial de Norberto Odebrecht. A OCT é instituição parceira da Fundação Odebrecht.

"Sou um empresário rural e tive a chance de mudar minha história. Eu cheguei onde cheguei por minha capacidade, pois essas eram as palavras de Dr. Norberto. Eu ouvi isso dele: que a gente chega onde nossa capacidade nos permite, mas com apoios. Às vezes, basta um pequeno empurrão para que possamos transformar toda nossa realidade”.

 

Marcelo Roma, agricultor familiar beneficiado pela Fundação Odebrecht no Baixo Sul da Bahia.

"O Dr. Norberto ficará para sempre na minha memória como exemplo de humildade, simplicidade e determinação. Foi um conselheiro sempre presente e atuante desde a fundação da Associação Obras Sociais Irmã Dulce, em 1959. Nas reuniões, ele nos passava a sua experiência de vida, nos fazia refletir sobre o que é o certo e não quem está certo. Se pensávamos em começar um empreendimento, a primeira pergunta que ele fazia era: você já tem o líder para gerenciar o serviço?”.

 

Maria Rita Pontes, superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID).

"Aprendi desde jovem a tomar as decisões certas como mestre-de-obras. Um mestre não pode ter dúvidas. Se ele não está seguro, tem que tirar as dúvidas com o engenheiro, porque estamos no executivo da obra. Não podemos errar. Uma vez que tudo está esclarecido, ele precisa ‘ganhar’ a equipe. Precisa que o grupo confie nele para o trabalho sair bem. Dr. Norberto dava todo o apoio necessário para o nosso trabalho. Em troca, pedia uma palavra firme”.

 

Mestre Pedro Sampaio, Aprendiz de Mestre Nazário, da primeira geração de mestres da Construtora Norberto Odebrecht.

Envie sua mensagem

fundacao@odebrecht.com